Together Forever.

Daisypath Anniversary tickers

5 de maio de 2010

Tem coisa que só acontece comigo.

Hoje, enfim, depois de muita luta, muita enrolação, muita dificuldade, eu finalmente consegui dar entrada no requerimento de auxílio doença da minha mãe.
Não foi fácil e ainda não está sendo. Depois de finalmente conseguir o CNPJ da patroa e Nº de PIS dentre outras coisas, na hora de imprimir o negócio deu pau aqui. Simples assim. A impressão não saiu e eu já havia fechado a janelinha. Não anotei o nº do benefício. Não consegui refazer o documento. Simplesmente perdeu-se na imensidão dos servidores da internet. Evaporou.
Liguei no tal 135. A moça disse que não seria necessário levar o tal papel no dia da perícia, mas sem o nº do benefício qualquer outro procedimento fica impedido de ser realizado, é mole? E pra ajudar, o sistema deles não enxerga o modo de busca por nº de pis ou outro dado, tem que ser o nº do benefício.
O lado bom é que consegui agendar a consulta (15/07/2010). O lado ruim foi ter perdido o documento assim.
Mas no final das contas, o que é mais um peido pra quem já está todo cagado?

3 comentários:

Vivi e Fê disse...

Fabi tem épocas que tô assim tmb...

Fodendo Geral !!

Mas é assim mesmo, depois de ligar o botãozinho, a gente relaxa.

E os papais estão melhores?

Beijos !

..Mônica.. disse...

MENGÃO DO MEU CORAÇÃO!
shaushua.
eee Fabi, agor to feliz!
Corinthians eliminadoo!
hahaha
beijo.

Juliana disse...

Obrigada por sua visitinha!!! bjus