Together Forever.

Daisypath Anniversary tickers

31 de dezembro de 2010

Time

Tá acabando mais um ano. É hora de festejar e analisar o que fizemos e o que ainda temos a fazer. 2011 vai ser um ano Rock'n Roll. Pode ter certeza. E aproveitando o Rock, vamos deixar essa música para vocês curtirem aí. É de 1973 mas a letra continua atual.

TIME - PINK FLOYD
Ticking away the moments that make up a dull day

You fritter and waste the hours in an off hand way
Kicking around on a piece of ground in your home town
Waiting for someone or something to show you the way
Tired of lying in the sunshine staying home to watch the rain
You are young and life is long and there is time to kill today
And then one day you find ten years have got behind you
No one told you when to run, you missed the starting gun
And you run and you run to catch up with the sun, but it's sinking
And racing around to come up behind you again
The sun is the same in a relative way, but you're older
Shorter of breath and one day closer to death
Every year is getting shorter, never seem to find the time
Plans that either come to naught or half a page of scribbled lines
Hanging on in quiet desperation is the English way
The time is gone the song is over, thought
I'd something more to say

Tempo
Marcando os momentos que formam um dia monótono
Você desperdiça e perde as horas de uma maneira descontrolada
Perambulando num pedaço de terra na sua cidade natal
Esperando alguém ou algo que venha mostrar-lhe o caminho
Cansado de deitar-se na luz do sol, ficar em casa observando a chuva
Você é jovem e a vida é longa e há tempo para matar hoje
E depois, um dia você descobrirá que dez anos ficaram para trás
Ninguém te disse quando correr, você perdeu o tiro de partida
E você corre e corre para alcançar o sol mas ele está indo embora no horizonte
E girando ao redor da Terra para se levantar atrás de você outra vez
O sol é o mesmo, relativamente, o mesmo mas você está mais velho
Com pouco fôlego e um dia mais próximo da morte
Cada ano está ficando mais curto, você parece nunca ter tempo.
Planos que tampouco deram em nada ou em meia página de linhas rabiscadas
Insistindo num desespero quieto é a maneira inglesa
O tempo se foi, a canção terminou, pensei que tivesse algo a dizer

Desejamos a todos os nossos amigos, família, colegas de trabalho, e aos 65 seguidores desse humilde blogueto um feliz ano novo. Que tudo de melhor aconteça na vida de cada um. Muita felicidade, saúde, paz. Muitas realizações.

Um abraço!

28 de dezembro de 2010

Lá se vai mais um ano...

Faz tempo que não passo por aqui, hein! Vou tentar ser mais presente.
Meu ultimo post foi o de aniversário do meu maridão lindo. Hoje vou contar como passamos até o presente momento.
Meu sogro veio com a tropa toda aqui pra casa. Fizemos uma festinha de aniversário bem bacaninha e intimista, tiramos foto e comemos bolo. No outro dia levamos o pessoal pra andar pela cidade e conhecer alguns lugares aqui em Londrina. A irmã postiça do Fabiano se encantou com bastante coisa.
Fomos ao centro, andamos no camelô e no Royal. Andamos no calçadão e depois até o Museu Histórico. Sogrão véio se divertiu com tudo e fez resenhas de como funcionavam determinadas ferramentas que o pai dele tinha... Legal.
Fomos ao shopping Catuai e andamos atéééé as pernas doerem e voltamos para casa já era noite. E a noite, balada! Como menores não entram em qualquer lugar, elegemos um barzinho aqui perto de casa para assistir um cover do Pink Floyd e tomar umas cervejas. Meu pai foi junto e saiu do bar a milhão!
No domingo o pessoal almoçou aqui e foram passear na região de Siqueira Campos.

Trabalhei só até quinta. Passei a véspera do Natal em casa bem sossegadinha. Só picando coisa pra fazer a ceia. E o Natal foi legal aqui também. Teve presente de todo mundo e para todo mundo. Teve passeio pra visitar tios e chuva. Teve sobremesa, pernil assado e hora do soninho. A única coisa que foi dureza depois de 3 dias de festa foi acordar cedo para ir trabalhar. Como dói...
E essa semana tem expediente até quinta-feira de novo e depois, só alegria!

Lá no trampo as coisas estão se encaminhando bem. Estou conseguindo assimilar bastante coisa da minha nova função.
Aqui em casa tá tudo bem também. Não tem nos faltado nada, graças a Deus.  A Chiquinha tá cada dia mais arteira. Come tudo que vê pela frente. Bicha má!
E eu vivo com saudadinha do meu amor... Fazer o que?!

17 de dezembro de 2010

Hoje é um dia ESPECIAL

É hoje!
Amor da minha vida, eu desejo à você toda a felicidade do mundo. Espero que a cada dia que passe você se sinta mais realizado e quando ficar bem velhinho se lembre de todas as coisas boas que você fez e conquistou.
Te amo muito e estou muito feliz por estar com você.




16 de dezembro de 2010

Agora vai (pra onde eu não sei).

Olá, tudo bem?
Por aqui tudo na santa paz, correria total... Fim de ano é foda!
Então, eu estou numa fase de transição, graças ao meu bom Deus! Até pouquíssimo tempo atrás eu estava atrás de emprego novo. Estava. Parei de procurar. Aconteceram umas coisas aqui e eu, de certa forma fui beneficiada. Vou mudar de função e de responsabilidades dentro do mesmo ambiente de trabalho, com as mesmas pessoas... Mas mesmo assim, estou mais animada (Thank You Lord). Só por rever coisas que há muito tempo ficou pra trás e ter a oportunidade de agregar um pouco mais de conhecimento à essa mente vaga tá de bom tamanho.
O foda é que a princípio vou "acumular" as funções, mas e daí? Deixa essa fita ae que eu faço, véi! É nóis!

Lá em casa, está tudo bem. A Chiquinha está demorando pra aprender que lugar de cagar não é o meio da sala e está cada dia mais espertinha. Morde tudo que vê. Tá mais louca que eu!
Eu estou na maior correria e distribuindo tarefas, para ver se a minha casa pára arrumada. Teremos visitas nesse final de semana, aí já viu...

E o meu marido está cada dia mais fofo e eu amo ele cada dia mais. Já estamos perto de completar 1 ano casados no papel, mas na prática, já foram 2.

11 de dezembro de 2010


Natal 2010







Nossa 1º arvore de Natal !!!
Chiquinha e Eu .
Aí esta nossa nova mascote , a Chiquinha
Filhote , ainda muito a aprender.







8 de dezembro de 2010

Felicidade que não cabe em mim!

Eu estou muito feliz nesses ultimos dias. Feliz mesmo.
Ainda que pequenas coisas me causem alguns transtornos, me sinto muito feliz. E estou ansiosa pelas coisas que estão para acontecer. Dizem que o melhor da festa é esperar e para mim, são tantas festas que está dificil focar em uma só! Presta atenção:
Sábado (11/12) tem a Festa Nordestina. Todo ano eu vou em pelo menos um dia.
Dia 17/12 é aniversário do meu amor. Vai ter festinha!!  =p
Aí temos Natal e Ano Novo...
Em janeiro tem o casamento da minha amiga Cris.
Em fevereiro a formatura da minha amiga Lu.
Em março o show do Iron Maiden. \,,,/_
E assim vamos viver o primeiro trimestre de 2011, que promete! Muita coisa pode acontecer e vamos vivendo essa sensação gostosa que é esperar as coisas acontecerem.
Vou realizar alguns sonhos e outros vou anotando aqui de lado, pra colocar em prática a medida que as coisas vão acontecendo...

Aqui em casa, está tudo legal. Aos poucos estamos ensinando a Chiquinha  a fazer as necessidades num lugar específico. Ela tem feito mas a margem de erro ainda é grande.
Estou na expectativa para ver como está ficando nosso carro. Tá na mão do marido a tarefa de correr atrás...
No trabalho, tá cada dia pior e eu já desanimei muito. O fato de ver a equipe se desfazendo a cada dia me deixa chateada. Estou procurando outra coisa e ainda não encontrei, mas estou light. Se eu não achar nada até março, vou pegar férias e sei lá... =(

Minha mania de comprar CD's está me deixando maluca. Comecei a discografia do Pink Floyd e encontrei mais dois dos Paralamas.

E vamo que vamo!

3 de dezembro de 2010

Dezembro chegou!!!

Bacana, já estamos em dezembro. E o tempo está passando rápido. Cada dia mais rápido. Mal consigo acompanhar.
Estou há menos de 3 meses da comemoração da minha Boda de Papel. Domingo faz 1 ano que me diverti com o chá de cozinha e também comemora-se 1 ano do casamento/festa da minha amiga Deise.
Uma semana depois, venho aqui atualizar meu blogueto:
- A festinha de aniversário da minha mãe foi legal e complicada. Meu pai e meu irmão caçula são muito sem noção e não participam dos eventos familiares como deveriam. É triste, mas é a realidade. Espero que eles NUNCA precisem de ajuda para nada...
- Arrumei uma cachorrinha. Bichinha sem vergonha. Ainda não aprendeu o lugar certo para fazer as necessidades fisiológicas e gosta de morder qualquer coisa que esteja ao seu alcance. Já comeu dois enfeites da árvore de Natal e um osso de araque que o Fabiano comprou pra ela.
- Hoje é dia de revelar o amigo secreto na confraternização da empresa. Eu gostei de ter tirado quem tirei e fiz o presente dela com muito carinho. Tomara que ela goste. E tomara que a azeda ali não tenha me tirado...
- Ando desanimada com o meu trabalho. Estou há dias pensando em pedir para sair. Ainda não arrumei outra coisa e pedir é algo inviável para mim nesse momento da minha vida, financeiramente falando. Acho que vou esperar mais uns seis meses e ir juntando dinheiro até lá. Se nada acontecer e eu não arrumar nada melhor, peço pra sair e cumpro aviso. Meu saco tá cheio faz tempo!
- E falando em trabalho, estou transformando um hobby num meio de ganhar dinheiro. Vou fazer uns vestidinhos para umas colegas. E estou ajudando a minha mãe esporádicamente na loja. De acordo com a patroa lá, assim que melhorar o movimento ela vai mandar me chamar para trabalhar lá aos sábados.
- Estou com um faniquito maior que meu corpo para ver o show do Iron no Morumbi. Sei que é caro, sei que não é a minha banda favorita, sei que a arquibancada é bem longe do palco, mas meu marido gosta dessa banda mais do que qualquer outra e vale a pena o passeio.

E FIM!

26 de novembro de 2010

Hoje é sexta-feeeeiraaaaa!

Eu estou tão feliz por hoje já ser sexta-feira de novo. Graças a Deus essa semana passou voando... Ufa!
Sem planos de aventuras emocionantes para os próximos dias... Apenas chegar lá em casa e ficar de boa.
Hoje é aniversário da minha mãe! Aêêêêê!!! Salva de palmas para ela!
Amanhã vamos fazer uma jantinha lá em casa pra comemorar o aniversário da senhorinha mais querida da minha casa, quiçá do bairro todo.
E antes dessa aventura toda eu vou até o centro comprar uma embalagem legal pro presente do meu secreto e lâmpadas para decoração natalina.
Novidades: Esse ano fizemos a nossa primeira árvore de Natal juntos e adotamos um cachorrinho. Logo eu posto fotos!

19 de novembro de 2010

Fotos do casamento de Ninny e Hugo - 22/10/2010





Enfim, essas são algumas fotos que consegui salvar aqui e publicar. Em breve, fotos do casório da Daiane.
*Obs.: Tem mais no meu Orkut.

17 de novembro de 2010

Fui ali e já voltei...

Não que eu tenha voltado assim, definitivamente. Estou vivendo uma fase meio que de exclusão digital. Não total pois ainda tenho um meio de postar lá do meu trabalho. Apenas postar. Nada de olhar outros blogs e nem comentar por aí. É que eu não quero abusar. Vai que numa dessas me descobrem?
Hoje venho com relatos do casamento da minha amiga Daiane. Eu fui madrinha. Eu estava feliz. Feliz por ela estar se casando com um cara bacana. Por realizar seu sonho. Por ver que muita gente querida estava lá... Tive um momento flash back com o cheirinho do lírio do buquê... ai ai * suspiro.

A cerimônia começou com um pequeno atraso. Não foi a noiva, foram padrinhos. Gente, que feio fazer a noiva esperar!!!
Eu achei liiiiiiinda a decor da igreja: tapete verde com detalhe lateral, cachepôs brancos, altos com margaridas naturais e entre um cachepô e outro, uma vela.
O noivo vestiu um terno sutilmente riscado. A noiva, um vestido em cetim com renda por cima, sapato amarelo e buquê de lírio amarelo. Cabelo semi-preso e flores. Nada de véu e nem grinalda.
O coral cantou cerca de dez músicas até o ínicio da cerimônia, que foi linda e emocionante por sinal. Que me perdoem os padres, mas os pastores manjam muito mais de casamento, vida a dois e coisas do tipo.

A recepção foi básica e linda. O salão foi caprichosamente decorado: Toalhas brancas e cobre manchas verde escuro. Sobre a mesa, um cachepô branco com crisântemos amarelos, além de uma foto e o pão de mel delícia que veio de lembrancinha. Apenas um jantar seguido de bolo, para todos encherem a barriguinha e voltarem para seus respectivos lares.
A comida estava ótima. Amo frango com creme de milho! O bolo uma delícia e os docinhos maravilhosos.
Foi um casamento simples, mas lindo. Digno!

8 de novembro de 2010

E acaboooou!!!

Pois é... Acabou-se o que era doce. Minhas férias desse ano acabaram. Ano que vem tem mais, mas enquanto isso, vou devagar, curtindo cada dia e esperando ansiosamente cada feriado.
Fiz o meu vestido de madrinha. Ficou bem legal, mas como sempre, estou insegura. Preciso acabar algumas coisas que ficaram para trás e eu nunca mais mexi com a máquina.
O casamento já é na sexta e nós fomos ontem ao shopping comprar o presente. Vamos dar um ventilador da Mallory. Era um produto bom, num preço que podiamos pagar e além do mais, constava na lista do casal.
As coisas lá em casa estão mornas. O PC está mais capenga do que antes e agora não pára nem 5 minutos ligado. Isso me desanima. A unica novidade é que essa semana meu marido vai fazer as aulas práticas de moto e, Deus ajude que logo ele consiga a habilitação e me leve pra passear.
Aqui no trabalho, está um tédio. Nesse momento eu estou sozinha. Uma saiu de férias para casar e a outra adoeceu e foi ao médico na hora do almoço. E sei lá se ela vem amanhã. Desejo melhoras à ela. A única coisa que deu uma quebrada no gelo foi uma colega que trouxe a netinha pra gente conhecer. A pequena Vitória está com quase 3 meses. Uma graça de bebê. Vale ressaltar que não me inspirou. Apenas achei fofinha.
Hoje, eu deveria ter ido colher mais uma amostra de sangue para análise. Recentemente descobri que estou anemica. Levemente anemica e, segundo a nutricionista, com uma alimentação adequada eu vou melhorar, mas elas precisam monitorar. Deveria, mas não fui. Desenvolvi um trauma depois da ultima vez que levei agulhadas. Aff... Dormi mal essa noite por causa disso e me atrasei pela manhã. Ninguém merece!
E como amanhã é outro dia e já são 17:52, vou embora. Vou descansar, costurar um pouco pra aliviar a cabeça e fazer uma janta beeeeeeeem gostosa!
Amanhã posto mais.

26 de outubro de 2010

Tá acabando as minhas férias!!!

Tipo, tá acabando, né?! Aí que não fiz outra coisa além de ficar em casa. Nesses ultimos dias eu realmente fiz a Amélia dona de casa e a Maria costureira.
Sábado, passei o dia inteiro cozida em casa. Não saí do sofá nem pra buscar pão. Foi um misto de preguiça+sono+ressaca.
Domingo eu estava bem. Meu marido me levou pra almoçar com ele no shopping e foi legal. Passeamos bastante, namoramos um pouco, compramos o presente de aniversário do meu pai e no domingo mesmo fomos à casa dele entregar (embora ele não tivesse aberto o embrulho nem por curiosidade). Meu time perdeu feeeeeiooooooo, de virada. O time dele também. Então o sarro do fim de semana foi bem de leve.
Encontrei uma amiga na casa dos meus pais. Ela ainda faz visitas à minha mãe regularmente e isso é bacana. Sinal que nem todas as amizades se vão com o tempo. E os filhos dela estão enooooormes. Quase do meu tamanho.
É... tá bom, vai.. meu tamanho não é lá grande coisa, mas que os meninos cresceram...

Ontem eu só fiz por assistir filme. Telecine tá aí pra isso, né!? Tenho pelo menos uma meia dúzia pra resenhar, mas não lembro o nome de todos, não.
Hoje eu finalmente fiz o meu vestido de madrinha. Requer ajustes, mas num primeiro momento eu gostei bastante. Em breve posto foto.
E falando em foto, devo fotos do casamento da Ninny. Eu até tentei postar hoje, aqui, agora, nesse momento, mas meu PC tá com problemas... Ele desliga sozinho quanto algum programa trava... Estou quase arremessando esse vagabundo pela janela! Aff...

23 de outubro de 2010

O casamento da minha amiga.

Foi lindo. A igreja estava lindamente decorada, com tapete verde e margaridas brancas. Os noivos estavam lindos e sorridentes. Demonstravam bastante felicidade. A festa estava animada, a comida estava gostosa e as pessoas todas se divertindo. O Dj caprichou no som, ninguém deu bafão, quem bebeu, bebeu pouco. Ninguém encheou a cara a ponto de constragir a si mesmo ou outras pessoas.
O bolo era de chocolate e estva muito gostoso também. E os docinhos maravilhosos.
Teve a brincadeira da gravata e nós não demos uma contribuição assim tãaaaoooo generosa pois precisavamos pagar o taxi pra voltar pra casa.
A noiva não jogou o buquê. Arremessou um sapo fofo... Se eu ainda não tivesse me casado pularia na frente pra pegar!!!
A cerimônia é um caso a parte. Acho que o padre não queria construir uma relação, queria mesmo desmanchar todos os casamentos. Ora, não precisa falar que depois do casamento muita coisa que a gente tinha na época do namoro deixa de existir. Todo mundo sabe!
Mas não fiz nenhuma DR sobre isso aqui em casa. Nem quero fazer. Acho que quando a gente se casa idas ao cinema deixam de ser prioridade. É normal a gente tomar outro rumo. O que não pode acontecer é deixar a relação esfriar.
E feio mesmo foi o que muita tia velha fez: assaltaram a mesa de doce. E não eram crianças, eram pessoas adultas. Onde foi parar a educação e a finesse?

22 de outubro de 2010

Quarta, quinta e sexta...

Na Quarta-Feira:
Eu não costurei nada. Quebrei a agulha da máquina e fiquei sem fazer nada, esperando que meu marido trouxesse para mim a noite. Fiz uma listinha de compras para ele passar no bazar por mim e não é que ele me trouxe tudo direitinho? Legal!
Eu assisti Tv boa parte do dia. Pintei as unhas dos pés somente. Passei toda a roupa que estava me aguardando ansiosamente há muito tempo. Fiz pequenas manutenções em roupas que eu não usava por que estavam com o fio puxado. Emprestei meu vestido de festa para uma amiga, assisti mais Tv, fiz janta, lavei louça e dormi no sofá assistindo tv de novo.

Na Quinta - Feira:
Coloquei a agulha na máquina e bora costurar. Arrumei umas 5 calças do marido que ele não usava pois precisavam de pequenos consertos. Arrumei peças minhas e do meu irmão. Comecei a fazer uns panos de prato que estavam lá parados há muito tempo.
Depois do almoço, fui bater pernas. Peguei carona com o meu irmão e fui pra casa da minha mãe matar tempo. Fiquei lá a tarde toda e só vim pra casa para fazer janta, tomar banho e dormir.

Sexta - Feira:

Acordei super tarde. Mais tarde do que todos os outros dias. Estou dando uma geral no meu barraco. Catando as bagunças. Ainda tenho que fazer uma hidratação no cabelo, depilar e fazer as unhas das mãos. E tem que ser rápido por que antes das 19:30 eu tenho que estar linda, cheirosa e maquiada. Hoje vou curtir com meu marido. Vamos passear, namorar e ficar juntinho. Vamos ao casamento de uma amiga minha.
Olha que lindo o convite que ela fez inspirado no meu:


E hoje será mais um dia que irei dormir tarde. Mas logo essa vida boemia vai acabar! Na próxima quinta já volto ao trabalho...

19 de outubro de 2010

Terça-Feira!

Hoje, meu segundo dia de férias também foi um dia feliz. Acordei cedo, mas não tão cedo assim. Fiz café da manhã e assisti desenho na TV antes de ir pra casa da minha mãe. Poxa, fazia tanto tempo que eu não assistia desenho logo cedo que nem lembrava mais como era!
Antes de almoçar meu pai foi comigo até a oficina onde estão o meu carro e o carro do meu irmão. O carro do Ed está quase novo de novo. Só faz lembrar a triste experiência pelo mero detalhe de estar há tanto tempo na oficina. Agora só falta polir! Meu carro, por sua vez, deve ficar pronto daqui mais ou menos 15 dias, pois está completamente fosco e acredito que em breve começará a ser lixado. E ao contrário do que eu e muita gente pensava ele não está tão podre assim. Está quase liso de lataria e o maior problema realmente era a cor desbotada.
Almocei na casa da mãe e logo vim embora na carona do meu irmão. Eu fui até lá com a intenção de fazer pão, mas como ficamos de papo a massa não saiu do projeto! Acho que vou me arriscar a fazer um bolo de fubá pro café da manhã.
Como cheguei em casa meio cedo, fui me atrever a costurar. Separei uma pilha de roupas para colocar em dia! Fora as obras inacabadas que estavam ali no canto esperando para serem concluídas. Mas a brincadeira não foi muito longe. Quebrei a unica agulha da máquina ao pregar um zíper na calça do marido. Agora vou ter de esperar até amanhã para retomar minha atividade! Bom, vou mexer com outras coisas enquanto isso.
Estou curtindo muito ficar em casa e as horas estão passando muito rápido para mim. Espero que dê tempo de fazer tudo o que eu planejava!

18 de outubro de 2010

Segunda-feira

Hoje, meu primeiro dia efetivamente em férias, cá estou, em casa, sem fazer nada. Só curtindo.
Lavei uma bacia de roupas e fiz um almoço bem gostoso. Me empanturrei! Fora que bebi quase 1l de suco sozinha!
O lado ruim de ficar em casa é esse: a gente liga a maquininha de comer e não desliga mais!

16 de outubro de 2010

Fééé-riiiii-aaaaaaas!

Sabadão chuvoso e eu estou super feliz. Tranquila. Como se todos os meus problemas no mundo inteirinho tivessem virado pó do dia pra noite. Só de saber que estou de férias, esse dia cinza medonho se transformou no dia perfeito pra relaxar, ficar em casa e curtir.
Hoje, fiz tudo sem pressa, tudo na santa paz.
É tão boa essa sensação de descompromisso e despreocupação com dia, hora ou local! Acho que 10 dias serão pouco!

13 de outubro de 2010

Saudades?

E aí, alguém sentiu a minha falta? Não? Então tá né!
Hoje completo 8 meses de casada oficialmente! AêÊEêêÊÊê!
Muita coisa aconteceu por aqui desde 28/09, ultimo dia que postei.
Eu e Fabiano decidimos que não iremos à festa a fantasia por uma razão obvia. Nosso pau de arara tá quase novo de novo. Daqui a pouco tempo ele volta pra casa. Não efetivamente para casa. Com certeza irá direto para alguma outra oficina.
Já se foi o primeiro turno da eleição. Serei mesária agora no segundo de novo!
O Fabiano está fazendo as aulas teóricas pra fazer a habilitação. Essa semana ele termina.
Já decidi a cor do meu vestido de madrinha: será verde louro. Durante a próxima semana estarei em férias aqui em casa costurando ele. Em breve, novas fotos!

24 de setembro de 2010

Fanikito Mode On.

Aí que essa semana eu descobri que hoje vai rolar um show do Biquini Cavadão, na inauguração de um novo bar aqui. O convite estava até acessível, mas quando liguei pra saber mais, o promocional já havia acabado e eu fiquei só na vontade...
Em outubro vai rolar um show dos Titãs por aqui, numa big festa a fantasia. Eu não tenho a menor idéia do valor do convite e nem como vou me vestir caso for á essa festa. Só sei que estou me coçando para ir ao show. Tem que rolar! Se não, daqui uns dias a banda acaba e eu nunca terei ido assistir a uma apresentação.
Sei que está dificil gastar com coisas alheias ao nosso planejamento, mas se não fizermos uma loucura de vez em quando, não vivemos. Todos precisamos de extravagâncias às vezes, mesmo que sejam beeeeeem pequenininhas. E eu que nunca fiz nenhum esforço para ir à tal festa, esse ano vou me obrigar a ir!
E se realmente não rolar, paciência!

23 de setembro de 2010

Deixe que eu diga, que eu pense, que eu fale...

Na real? Meu time perdeu ontem e eu não estou nem aí. Pra mim é só o começo da decadência e eu já esperava por isso. Já havia preparado meu piscicólogico.
Perdeu e eu achei que foi de pouco. Merecia ter levado mais.

O que mais me envergonha na história toda é terem mandado o treinador embora por causa daquele molequinho que merece levar palmadas. Ah, é! Tá certo... Agora não pode mais!
Então deixa do jeito que está. Tô nem vendo! Podem rir a vontade!

22 de setembro de 2010

Lulyn

Hoje foi um dia bem legal. Aniversáro da minha amiga Luana Erilyn. Tá jovem, começando a viver agora.
Não teve festa por que quarta-feia é complicado, mas teve uma reuniãozinha no Habib's que começou assim:

video
Já dá pra ter uma noção de como terminou, né?

16 de setembro de 2010

Oi ?

Já faz dois dias que não posto nada. Não deu tempo de ligar o computador. Tenho as coisas de casa pra fazer e ficar diante da tela durante 10 horas no trabalho está sugando as minhas energias. Vou procurar mais disposição pelo menos pra postar. Estou montando a minha estratégia... Mas vamos ao que interessa!


Recapitulando...
Anteontem eu fiz janta em casa. Sou lerda pra cozinhar e lavar a louça e manter a cozinha. Muitas mulheres conseguem fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Eu não estou nesse grupo.
Depois de tudo feito, fiquei jogando vídeo game um pouquinho. Marido chegou pra prozear, jantamos e fomos pro ninho.

Ontem fui dar um peãozinho no shopping. Preciso de um vestido pro casamento da minha amiga. Até achei uns modelos legais mas cadê a coragem para fazer o desembolso? Acho que vou usar o verdinho que comprei pra formatura do Fabiano e vou dar um presente melhor ao invés de gastar com isso.
Comi um estrogonofe de frango. Me encheu até a tampa. Não fiz janta pra ninguém. Nem pra eu levar de almoço hoje.
Meu irmão chegou em casa e fritou coxinha. Me cobrou de ensiná-lo algo sobre tributação pelo Lucro Presumido e demonstrações contábeis.
Fiquei até meia noite lendo o caderno dele tentando lembrar. Enferrujei. Já não lembro mais as resoluções dos exercícios do segundo ano da faculdade. A saída que achei foi xerocar umas páginas da Cenofisco pra ele.

Aqui em casa, as coisas vão  indo bem. Só estamos meio lisos por conta de uma loucura consumista que fizemos recentemente, mas foi pro nosso bem. Em breve, nosso pau de arara vai estar zeradinho!

No trabalho, tá um clima pesado. A vida está cada dia mais cinza e eu um pouco frustrada. Esperava mais porém as coisas não são como a gente quer. Agitei uma festinha para amanhã, por isso estou escrevendo rápidinho, pra dar tempo de fazer o bolo!

E no mundo virtual, eu e Deise estamos nuns papos muito cabeça pro meu gosto. Acho que vou ligar o FODA-SE e deixar a vida me levar. Sempre na porralouquice!

Beijos.

9 de setembro de 2010

Uhuuuulll

Ah, moleque!!!
O feriado veio e trouxe chuva. Meu marido foi trabalhar. E eu fiquei dando um trato na casa.
O que parecia um dia tedioso, triste, cinza e sem graça, virou pó. Siiiiiim!!! Eu fui ao Matsuri com o meu maridão!
Foi bem divertido. Passeamos na chuva, comemos salgado e bebemos coca. Ganhei um doce de coraçãozinho, viramos personagem de mangá, compramos vinho depois de umas 50 degustações diferentes (tá, exagerei!) e andamos atéééé cansar.

Nossa foto new wave.

Fim.

6 de setembro de 2010

Marcando presença.

Hoje, sem novidades, vim aqui só pra contar como foi meu fim de semana e marcar presença nesse meu humilde blogueto.
Não tenho postado muito aqui por pura ausência internética. Até preparo uns posts no word mas às vezes esqueço de mandar no meu e-mail, aí já viu...
Bem, na quinta-feira cuidei dos afazeres domésticos. Não todos. Apenas os essenciais.
Na sexta-feira, teve show do Rosa de Saron e eu fui. Honestamente eu não conhecia o som dos caras. Fui por influência do meu irmão, que me agraciou com o ingresso, e de uma amiga, que assegurou a carona. Bem legal. Curti. Recomendo.
No sábado, o dia passou que eu nem vi. Como pode ser assim enquanto a gente se diverte, não é? Acordei um pouco tarde e fui até a casa de uma amiga que ainda não havia visto meu album de casamento. Andamos por horas no comércio do centro, não compramos nada e ficamos no shopping até escurecer! E terminei o dia jogando video game com o marido.
Meus planos para o domingo falharam. Nós iamos ao Matsuri (festa japonesa que acontece aqui todo ano), pois ganhei convites na firma. Só que mais uma vez meu lindo esposo foi trabalhar no domingo e recebi a ilustre visita dos meus pais. O projeto de passeio passou para terça, mas mais uma vez não vai rolar, pelo mesmo motivo.

E trabalhar hoje foi duro. Foi dificil acordar cedo. Dificil me concentrar no meu trabalho. Dificil ficar acordada durante o horário de almoço. Dificil acreditar que um feriado na terça feira é um desperdício de um dia e meio. Minha teoria funciona assim: Se o feriado é na segunda, melhor, mas se cair na terça é perca de tempo pois a partir das 18h do domingo você já começa a se preparar para a segunda e após às 18h de segunda, você se sente como se fosse sexta. Mas feriado não é sábado. Feriado é igual ao domingo.
Então amanhã já sabe: vou dormir até às 9h e párar tudo às 18h.

Besos!

1 de setembro de 2010

Eleições: Lá vamos nós de novo!

Já falei aqui que sou mesária? É, então, eu sou. E fui agraciada com um convite para novamente participar do pleito. Em primeiro e segundo turno se Deus quiser.
Não quero manifestar a minha opinião política por esse ou aquele candidato. Nem a minha revolta por nego pagar R$5mil de multa e sair por aí dando risada e cantando vitória. Por isso, não tô nem vendo a propaganda política.
O fato é que nessa eleição votaremos em 6 candidatos: Presidente, Governador, Deputado Federal, Deputado Estadual e DOIS SENADORES!!! E por ser muita gente, vamos fazer direito! Vamos levar todos os números devidamente anotadinhos num papel. E pufavô, não deixe na urna, hãn!
Leve seu título de eleitor e um documento com foto, pois, vão conferir de você é você mesmo e caso seu nome não esteja na lista, vão verificar se consta no sistema.
Então, moçada, façam cumprir sua obrigação de cidadão e vote direito (seja lá o que significar para você).

NHAAAAAAAAAA!!!!
Antes de ir embora, deixa eu falar mais essa para vocês. Hoje uma amiga veio festejar o 100tê nada do Corinthians e tipo, não sou corinthiana. E tipo, eu quero mais é que essa merda se foda. Então, corinthianos que lêem o meu humilde blog, sejam felizes com o que vocês tem. E comemorem muito, pois outra festa dessa só daqui 100 anos!!!

hahahahahahahahahhahaha

29 de agosto de 2010

Diversão garantida para toda a família!

Então o fim de semana acabou. Amanhã a rotina volta e não vamos desanimar, né!?
Coisas boas aconteceram: meu time ganhou, consegui lavar uma penca de roupa (não lavei mais por falta de espaço) e a ansiedade pelo carro novo passou. Agora é só uma preocupação de leve. Olha ele aqui:



Agora vamos começar a fase da reforma. O primeiro passo é a manutenção do motor, para garantir a mobilidade e muitos quilômetros rodados. Depois, vem a parte da lataria. Como podem ver, fiquei na dúvida se ele era branco encardido ou bege desbotado. Com o documento em mãos, concluímos que é bege desbotado.

26 de agosto de 2010

Só alegria!

E o fim de semana vem chegando aí e por aqui, muitos planos. A grana tá curta, mas os sonhos vão se esticando cada vez mais! Eu ainda estou cansadona e não sei se vou conseguir terminar tudo o que eu quero nesses dois dias "vagos", pois o tempo passa muito rápido quando estou me divertindo.

Lá no trabalho, tédio. Muito tédio. Cortaram meus acessos aos blogs. Não leio, não comento e não publico nada por lá. Mandaram a menina doida embora no segundo dia de serviço. Acho que o comportamento inadequado dela afetou todos. Ou seria por que ela se sentou na "cadeira almaldiçoada"? Jamais saberemos.

Aqui em casa, as coisas estão entrando nos eixos (a nível de organização doméstica). Eu ando sem ânimo pra chegar em casa e abraças as obrigações. O trabalho remunerado está sugando as minhas energias...

Maridão voltou com váááárioooos DVD's pra gente assistir. Ainda não demos conta da metade...

Estou começando a implantar o cardápio da nutricionista. E estou começando a sentir o primeiro resultado: fome. Não se esse cardápio vai me sustentar por muito tempo. Semana que vem volto lá e sinceramente, não tô levando muita fé que eu vá continuar nessa vida regrada. Já sinto falta de gordura. Bacon não entrou no cardápio, mas frango tá lá. E X-frango tem tudo que eu preciso para uma refeição: Frango, alface, tomate, queijo, pão...

;p

Agora vou moderar os comentário, para eu ter certeza que não esqueci de ninguém. E Deise, acho que a menina não era segueta, era insegura. Ela tava tremendo.

24 de agosto de 2010

A falta que eu me faço.

Você faz falta pra alguém? Já sentiu falta de alguém? E falta de você mesma, alguma ves já sentiu?
Pois é, estou me fazendo falta. Não sei explicar, mas estou um tanto ausente do meu mundo. Minha cabeça tá lááááá no mundo da lua.
Tá difícil eu ver a minha casa ajeitadinha do jeito que eu gosto. Tá dificil arrumar tempo pra trocar a cor das unhas sempre que dá na telha. Até pra fotografar umas coisinhas que eu quero postar aqui, tá difícil.
Eu ás vezes acho que estou me auto sabotando. Sei lá, coisas desse tipo. Acho que preciso de férias. Acho que preciso passear, viajar, respirar ar puro, passar calor, ver o céu, as nuvens... Deve ser né?

Ontem fui tirar sangue pra fazer o exame que a nutricionista pediu. Gente, quase mi caguei, juro! Estavam em duas na sala: a professora e uma aluna pegando umas orientações. A professora veio, amarrou a borracha no meu braço e passou o dedo aqui, onde tenho essa veia grossa. Chamou a aluna pra olhar. Preparou o material e pediu pra aluna fazer a coleta. A filha duma mãe deu uma respirada bem forte e eu já senti meu drama.
Perguntei se ela já fez isso antes, se não queria fazer e avisei que não iria nem olhar, que, se ela quisesse, deixasse a profe fazer o serviço, mas a biscatinha quis me furar... Furou uma vez e nada. Errou a minha veia.
Detesto tirar sangue. Quando nego me erra a veia, pior ainda. Aí vem a professora, amarra meu outro braço e constata que o direito ainda é mais viável.
Tá bom... Lá vem ela de novo... 1,2,3 e... ERROOOOOOU!!!
Caralho, juro que nessa hora, comecei a passar mal, meu corpo gelou, comecei a suar frio e só não vomitei por que não tomei café.
No final das contas a professora teve de fazer o serviço que deveria ter pego desde o começo! E meu braço não virou peneira por falta de aluna.

¬¬'

E hoje recebi um e-mail falando que o curso de estética vai promover uma limpeza de pele. Tô fora! Depois de ontem, não confio mais!

20 de agosto de 2010

Sorteio!!!

Quem gosta de promoção aí, levanta a mão!!!

Eeeeeeeu!!! o/

E quem quer participar dessa, clica aqui!!!!

19 de agosto de 2010

Só rindo...

Hoje começou outra funcionária aqui. Cara, é a loka. E se não for, tá fazendo o papel direitinho.
Chegou chegando e já está se sentindo super amiga de todos. Diz que "casar é desistir da vida". De cara, não gostei dela.
=S

Estou com uma preguiça que não é minha. Queria muito estar lá em casa arrumando tudo, deixando tudo limpo e cheiroso e sentando a vassourada nas canelas dos meus irmãos, para que eles aprendam a colocar as coisas no lugar! E depois hidratar os cabelos, pintar as unhas e dormir.

Amanhã vou à nutri buscar meu cardápio. Segunda vou tirar sangue. Odeio tirar sangue, mas ser saudável tem seu preço!

Ai, saudade do meu amor...

16 de agosto de 2010

Já falei que odeio frio?


Gente, não aguento mais esse inverno longo que não vai mais embora!
Ai, que saco! Detesto frio. Detesto o vento gelado na minha pele. Detesto sentir minhas orelhas doerem de tão geladas. Detesto sair da minha cama quentinha. Detesto usar esse monte de blusa. Detesto o chuveiro que não esquenta direito. Detesto querer sorvete e não poder, por causa da minha garganta...
Não entendo como as pessoas podem ser felizes assim!

Falando de coisa boa, esse fim de semana foi legal. Sexta teve sinuca, sábado foi dia de faxina e domingo almoçamos na casa da minha mamys com direito a bolo de chocolate. Uêba!!! As partes chatas foram ver marido arrumar a mala (vai ficar a semana inteira fora) e essa dor de garganta que me pegou. Deve ser por causa do vento gelado.

13 de agosto de 2010

Sexta feira!!! Uhuuull!!!

Tá, e daí que é sexta-feira, 13 de agosto?
O negócio é ser feliz. Sexta é dia de acordar animado, cantar "Can buy me love" no chuveiro e sair saltitando e acordando o marido. Ora, o fim de semana tá aí!
Amanhã, sabadão, dia de por a casa em ordem e depois sassaricar no shopping!
Domingão, dia de Brasileirão na tv. Uêba! Se tiver friozinho, vou ficar no ninho até mais tarde.

E hoje, sexta-feira 13, é aniversário desse monstro aqui:

Esse é o meliante que andava comigo pelo campus. Não tinha vergonha na cara pra pedir cola nas provas, mas não perguntou pro menino do RU se a bola era verdadeira. Cantava comigo no ônibus em voz alta pra todo mundo ouvir. Me arrastava até o pinguim (cantina) onde nos empanturrávamos de coxinha com bastante cat chup e coca antes das 8h da manhã.
*Corneta, seu feio, você é besta mas "nóis é" amigo! Maldito, felicidades para você. Que sua vida seja pura purpurina.

Hoje também foi dia de almoço saudavel! Almocei arroz, frango grelhado e saladjeeenha. Comi banana de sobremesa. Já pra janta, não prometo.

12 de agosto de 2010

Minha relação com a nutricionista.


Hoje fui em minha primeira consulta com uma nutricionista em toda minha vida.
Num primeiro momento ela me encheu de perguntas. Me fez lembrar o que comi ontem. Quantos copos de água eu bebi. Todos os detalhes das minhas refeições.
Levei uma bronquinha por não ter comido nada que fosse verde. Não tenho culpa... Ela me pegou num dia errado. Poxa, semana passada eu comi tomate, morango, alface... Ontem mesmo, só coisa frita!
Auferiu meu peso, minhas medidas e me passou todos os dados. Estou bem na fita, rapaz!!! Percentual de gorduras, segundo o adipômetro, ficou em 20% e meu IMC 21.
Por enquanto, ela só me alertou de que estou comendo muita gordura e preciso ingerir mais vegetais, frutas e folhosos. Me mandou fazer exame de sangue e agendar retorno. E voltar semana que vem pra buscar meu cardápio.


Cá pra nós, nutricionista tem uma linguagem muito complicada, né? Carboídratos, cereais, massas, integrais... Se tem que ser tudo integral, por que o leite tem que ser desnatado???
Vou repensar meus hábitos alimentares e tentar driblar a compulsão por x-bacon e coxinha. Por Coca-Cola já está sob controle. Por chocolate também.
Estou fazendo esses pequenos sacrifícios para não sofrer com problemas causados por má alimentação no futuro. Deve ser uó querer comer alguma coisa e não poder, por causa de determinados problemas.
Na pior das hipóteses, prefiro enganar a dieta e me jogar dicumforça num sandubão desses, com bastante bacon, bem frito e gordurento. E com aquela maionesinha verde que tem no trailler!


11 de agosto de 2010

Dia do Estudante = Momento nostalgia.

Hoje é dia do estudante. Pô, legal! Mas faz tempo que eu não estudo nada e sinto falta. E me cobro também. Trabalho numa faculdade, mas não significa que voltar a estudar seja uma tarefa assim, fácil. Hoje, isso depende de outro fator ($) além do tempo disponível.
A nostalgia veio via internet. Li que vai rolar um samba no pátio do RU hoje, na hora do almoço. Meo, saudades do RU. Tempo bom que não volta. Comida boa, suco a vontade, fruta de sobremesa... Mas antes disso, vinha a fila pra comprar os créditos para almoço, a fila para retirar uma senha, o sol na cabeça, as pessoas em busca de trocar de senha, no intuito de almoçar antes ou esperar algum amigo que chegara depois... E sempre, após o almoço, a gente descansava à sombra das mangueiras ou em algum canto da biblioteca.
Foi no RU que vi o Fabiano pela primeira vez. Foi engraçado. Estava lá com um amigo, esperando chamar nossa senha quando vi passar um rapaz com uma bola de sinuca pendurada na mochila. Andamos atrás dele por alguns minutos tentando descobrir se a bola era ou não verdadeira. Não tivemos coragem de perguntar. Vergonha.
Algum tempo depois, nos conhecemos de verdade, então descobri que o garoto do RU carregava uma bola "oficial" da sinuca.
___________________________________________________________________
Em tempo:
RU = Restaurante Universitário.
É onde os alunos e funcionários almoçam/jantam por um preço digno. E o pátio é tipo uma praça bem em frente, onde aplicam-se trotes, protestos e eventos culturais.

9 de agosto de 2010

Aula de anatomia

Hahaha... Igualzinho!!!
Observe bem e responda: Como um cara corre com essas perninhas?

6 de agosto de 2010

Hoje eu ri prá caralho!

Meo, assim... Tem dias que é um marasmo mas hoje eu ri tanto, mas tanto. Perdi até o ar. Também, mente suja.
Hoje teve festinha na empresa. Cada um trouxe alguma coisa. Aniversário do nosso chefe, nosso encarregado trouxe uma rosca doce.
O pessoal em volta da mesa, parabéns, abraços e um solta:
- Vamos comer a rosca do russo!!!

Ri um pouquinho e passou. Almoçamos e eu não consegui dormir. Ficamos falando asneiras e dando risada aqui.
Lá pelas tantas, começa um papo com o tema "Bater ponto". Que agora é eletrônico e a gente deve usar o dedo na leitora digital pra assinalar nosso horário. Antigamente, era com crachá ou senha, mas, de acordo com um colega, isso caiu pois haviam funcionários que batiam por outros. Saí com essa:
- Êpaaaaaa!!! Eu não bato pra ninguém, não!!!
Minha colega pudica acompanhou:
- Eu também não bato para os outros!
Todo mundo com um risinho maldoso na cara e eu:
- Só bato pra mim e acabou!
- É! Eu também! Só bato pra mim!!!
Cara, eu ri tanto, mas tanto... Fiquei vermelha, sem ar. Saiu lágrima do meu olho. Ri por uns 20 minutos. Eu e todos os outros colegas de mente pervertida.

Passou. Mas na hora do lanchinho da tarde, veio a tona uma conversa no mesmo tom. Mas dessa vez, acerca do sobrenome de uma pessoa, que se trocarmos a letra, vira uma coisa vulgar (usa a imaginação! mas se quiser saber mesmo, deixa um comentário que depois eu respondo. Vai que a criatura vem aqui ler).
Só que dessa vez eu não comecei o assunto, mas ri tanto. E tipo, na primeira vez que vi o carimbo com o nome da criança, já pensei besteira.
E todos também pensaram. E agora, não posso olhar na cara do infeliz sem dar risada. Não consigo.
Gente, desculpa, eu não seguro o riso!

Alegrias (e tristezas) do futebol.

Vitória x Santos.
Para fazer a alegria dos seus torcedores, o Santos levou a Copa do Brasil para casa! Legal, garantiu acesso à Libertadores e, se conseguir o título, irá para o Mundial. É um título inédito e muito festejado por todos os santistas, inclusive eu.
E cá pra nós, já está na hora de a diretoria formar um time de base e colocar pra correr atrás do prejuízo, pois o time não leva nem o a Libertadores e muito menos o Mundial desde 1963. Tipo, nem meu pai viu...
Foi um jogo bem disputado e difícil. A grama parecia um pasto, por causa da chuva, o juizão não viu muito lance duvidoso e deixou de marcar muita falta. Edu Dracena levou um cartão amarelo de graça, mas garantiu um gol pra nós. O vitória ganhou (marcou 2) mas não levou, pois não podia deixar o Santos fazer gol.

São Paulo x Internacional

Não posso falar muito. Só assisti o primeiro tempo e achei bem feita a cama de gato do Dagoberto e fiquei com dó do goleiro Renan, que tentou matar a bola no peito e não foi feliz.
Não torci pra ninguém, só queria ver mesmo e contar pro meu lindo marido mais tarde, mas dormi e não assisti. No final das contas ele me acordou e contou como ficou... =s
Bem, o São Paulo também ganhou mas não levou. Não podia ter tomado gol.
Muita gente não entende as regras da Libertadores e da Copa do Brasi. É meio complicado mesmo mas a gente tenta acompanhar.

3 de agosto de 2010

Altos papos...[2]

- Fá, você não vai fazer mais nada, agora que terminou a faculdade? Podia ver aí de fazer uns cursos, fazer uns concursos...
- Ah, pai, não vou mexer com isso, não. Pensei em fazer pós ano que vem, mas ainda não sei.
- Não sabe? O que vai ser da sua vida então?
- Vou largar tudo e virar hippie numa colônia de naturismo. Vou viver de amor e ervas naturais!!!
_____________________

- Paulinho,você viu q os caras lá estão queimando o filme no santos? Domingo fizeram um chat no twitter e arrumaram confusão com torcedores...
- Que chato....
- Pois é.. como pode, né? já não bastasse terem arrumado aquela dos ovos de páscoa
- hummm....mas não deve ser nada...ja passa
- Será q ganha amanhã?
- Acho que sim.......alguém precisa conversar com a mulecada la.....
- Hum... eu tenho uma comunidade no meu orkut q chama "Bahiano, vem treinar meu time" e no caso do Santos, deveria ser o capitão nascimento "vc é um moleque, moleque!!! vc não deveria usar esse uniforme!!!" hahahahaha
- hahahaha


31 de julho de 2010

Meu pai

Às vezes eu não entendo meu pai. Se eu sou complicada, ele é mais ainda. Mais que o dobro de complicado.
Tem dias que está super de bom humor, conversa com todo mundo e dá risada. Fala pelos cotovelos e perde a oportunidade de ficar quieto. Tem dias que está num mal humor que só de olhar na cara dele a gente percebe que deve manter distância.
Em dado momento ele quer fazer a festa e gastar tudo o que tem como se não houvesse amanhã e depois vem reclamar que não vai sobrar dinheiro pra pagar todas as contas.
Sempre reclama pro não ganhar presente, mas quando ganha algo, nunca abre na hora. Sempre deixa o pacote de lado pra abrir dali uma semana.
Mas mesmo assim, comprei presente pra ele, ó:

Essa foto peguei da internet, do site da Centauro. É uma camisa do Santos, do tempo que o Pelé jogava. Não custou assim, barato-baratinho, mas dividi com um dos meus irmãos então não vai sair caro pra ninguém. Agora é só esperar chegar pra gente ver se ele vai gostar.
E se ele não gostar, pego pra mim!!!

29 de julho de 2010

Diálogos frequentes

Essa foi boa e eu tive que compartilhar: Dias atrás, fui ao mercado comprar umas coisas lá pra casa e meu marido me deu tickets para que eu não gastasse dinheiro. No mercado tem uma mulherzinha lá super grossa e mal educada, sem a menor noção de atendimento ao cliente. Não fala nem bom dia e nem boa noite. Não olha pros lados.
Aí que passei minhas compras no caixa dessa infeliz. E burra. Dei os vales na mão dela e ela digitava o valor sem virgula para separar os centavos. E toda hora saía um valor 10 vezes superior ao do meu ticket e ela tentava consertar. Minha paciencia estava acabando e a fila atrás de mim só ia crescendo. Aí seguiu-se o diálogo:
- Na boa, acho que a senhora tem que digitar vírgula ou ponto para dar certo.
- Não tem nada a ver, o problema é com o sistema. Eu trabalho aqui e eu que sei.
Tipo, me queimou né e eu fiquei com cara de q? mas nem falei nada, só pensei "continua assim, jumenta". Ela teve que chamar o gerente pra ajudar a calcular a diferença que eu deveria pagar.
Fui embora puta da cara pensando "como pode?"
O tempo passou e essa mulher passou de caixa para fiscal. E eu continuei a comprar coisinhas básicas ali. E continuei pagando com ticket.
E eis que meu dia chegou. Sou coração peludo, não nego, e na primeira oportunidade devolvo a patada.
Aconteceu que passei minhas compras no caixa de uma novata. E ela chamou a fiscal para auxiliar com o ticket. Fiquei fria. E ela explicando e berrando pra que quisesse ouvir como é o procedimento. E a fila crescendo. Minha compra deu R$20, o ticket era de R$7, e a diferença eu pagaria com dinheiro, mas não precisava dar tudo na mão da menina do caixa, né?
Aí ela vira pra menina e pergunta "quantos tickets ela te deu?"
- Um só.
- Só uuuuuuuuuum??? - E olha pro monitor. Vira pra mim e - Você vai pagar com um ticket sóóó?
- Vou sim, foufa! O ticket é meu e eu pago com quantos EU quiser.
E antes que ela falasse mais alguma coisa, emendei:
- Eu tenho dinheiro pra pagar a diferença, tá?
Cara de cu se fez nesse momento e eu saí com um sorriso lindo de quem acabou de dar a volta por cima e pensando "Chuuuuuuuupaaaaaa!!!"

28 de julho de 2010

Enquanto isso, lá em casa...

A situação está melhorando devagar. Pai e mãe já estão bem melhor, já andar por todo lado e estão, aos poucos, retomando suas atividades. Mãe ainda não teve alta médica mas o pai já voltou a trabalhar, andar de moto, tomar cervejas e viver como se não houvesse amanhã...

Eu continuo feliz e in love com marido. Estamos com nossos projetos e esperando o momento certo para sair da estaca zero. Projetos grandes envolvem djeinheiros e isso não é um item que consta da lista por enquanto. E nesse meio tempo, vamos nos divertindo com pequenas coisas como sair pra comer batata, tomar coca, andar no shopping e comprar sapatos (não sei se ele gosta tanto assim, mas eu ADORO comprar sapato).
E falando em sapatos, comprei não só um par, mas dois! Achei uma promoção legal, numa liquidação do shopping. Então, tirei a barriga da miséria esse mês: dois pares de sapato, uma bolsa, uma sombra, um delineador e um lápis de esfumar pra mim; um pijama, uma calça, uma camisa e um perfuminho pro marido; um lápis marrom e uma calcinha (hãn?!) pra minha mãe e claro, o presente do dia dos pais. Fiz a rica, meu bem!!!

Minha relação com o trabalho está tão estreita ultimamente... Si páh, vou trazer um colchonete e ficar por aqui.
Tenho férias pra tirar, tipo 40 dias... Vou ser mesária em Outubro (ó!) e terei mais 4 dias de morcegagem. Ainda sem planos de viagem ou coisa do gênero. Quer dizer, até tenho, mas meu chefe não vai me liberar que eu sei! Seria pra novembro, mas uma mina aqui vai casar na semana que eu precisava sair, então, já era...
Recentemente recebi uma proposta de emprego. O cara precisava de um profissional para implantação de um novo serviço e blábláblá. Me pediu meu curriculo e minha pretensão salarial. Bem, o que deu eu não sei. Só sei que o cara nunca mais ligou. E olha que nem fui tão pretensiosa assim. Tudo que eu quero é um salário digno e compatível com a função.

E eu, por enquanto, parei de ter sonhos loucos. Ultimamente estou dormindo muito. Tá sobrando sono em relação ao tempo disponível pra dormir... Tô curtindo esse momento zeeeeeen...
E estou adorando ver o inverno ir embora. Brigada.

26 de julho de 2010

Amor, meu grande amor...

Oi, amor! Sabe que dia é hoje? Eu sei! Hoje completamos juntos 4 anos de estrada.
Eu nunca me esqueço de como você me fez sentir bem naquele dia, em que você me agarrou em praça pública. Fiquei com vergonha, mas depois, curti. E como nos divertimos naquela festa da empresa, que eu bebi e passei mal. E da viagem que fizemos pra Cambuí. Só choveu, né? E o frio lá em Curitiba? Pra mim, tudo foi bom, foi gostoso e eu quero sempre mais.
Tudo o que passamos juntos serviu como experiência e aprendizado. Todas as dificuldades foram superadas e mesmo com um pouco de estresse, juntos demos e daremos a volta por cima. Estamos só começando!
Estou muito feliz por estar com você e te amo a cada dia mais.

Beijo!

22 de julho de 2010

Hoje eu tô com fanikito...

Não sei a causa, motivo ou razão mas hoje eu estou com o fanikito 220v mode on.
Não sei se é por condições climáticas, bolsa de valores ou o trânsito astrológico, mas sabe, tô tão assim, light.
Hoje eu estou com vontade de sair, passear, tomar sorvete... Quero agarrar meu bófe e encher ele de beijo.
Hoje, o dia está com cara de sexta-feira, daquelas vésperas de feriadão prolongado, de dias ensolarados, que a gente vai embora com dinheiro na bolsa, pronta pra comprar sapato.
Hoje é um dia completamente diferente de ontem. Ontem eu estava nervosa, chateada, sem graça. Fui dormir de bico e nem vi marids chegar e continuo tendo sonhos loucos. Preciso saber qual alucinógeno estou ingerindo antes de dormir e suspender o uso. Já chega, né!?
Hoje corri com a bicicleta, peguei vento fresco no rosto e cheguei saltitando no trabalho.
Estou com vontade de viajar, de curtir mais... Vontade de aproveitar mais a vida sem me preocupar com as coisas que irão acontecer. Sem me preocupar com qualquer situação que não me tragam alegria.
Posso estar exagerando na minha sensação de bem estar, mas eu estou bem feliz hoje. E exagerar assim é bom. Faz os problemas parecerem bem menores.

20 de julho de 2010

a LoKa

Eu estou ficando maluquinha de pedra. Não sei o que acontece comigo, mas ando ansiosa e tendo uns sonhos estranhos. Meus sonhos são tão malucos que poderiam dar num filme da série Efeito Borboleta. Um exemplo: Outro dia sonhei que eu viajava com meu marido e meu irmão também ia. Mas ele havia comprado uma passagem para um ônibus que saia uma hora depois do meu. Eu esperei ele chegar na rodoviária de destino e ele não vinha. Aí eu tive a capacidade de voltar no tempo, no momento que compramos a passagem e comprar as passagens para viajarmos os 3 juntos para um lugar nada a vê por causa da lotação. Tipo, era o único que a gente podia ir junto e na hora de viajar eu esquecia a minha mala em casa... Aí eu voltava no tempo pra buscar e daí acordei.

Outros sonhos poderiam dar em filme de gangues: Sonhei que a minha mãe gastava todo meu dinheiro que eu havia guardado em uma caixa de sapatos e eu ficava muito puta e ela sumia com as minhas coisas. E dizia que tinha muitas dividas, que logo viriam pra pegá-la.

Tenho sonhos que poderiam dar um filme romântico de quinta categoria: Sonhei que a minha cunhada ficava grávida e ia morar na minha casa e levava um gato com ela. Aí o bebê nascia e então, nossa família que era de 6 pessoas e um cachorro, virava 8 pessoas, um cachorro, um gato e dois passarinhos.

O duro é que eu lembro dos meus sonhos. E quando acordo lembro na hora o que eu tava sonhando e se volto a dormir, às vezes, volto pro sonho. É como se fosse uma outra vida, num outro mundo.
E com tudo isso, posso concluir que estou ficando doida e preciso de férias urgente.

19 de julho de 2010

Tem coisa melhor que isso?

Pois é, o fim de semana acabou. Aproveitei tanto, curti tanto... Queria um final de semana de pelo menos 3 dias assim...
Sábado foi legal, peguei meu álbum, dei um trato no cabelo, passeei com meu amor. Comemos pamonha, andamos no shopping.
Domingo também foi legal. Almoçamos ao ar livre, andamos de bicicleta, assistimos apresentações no Zerão. Bem divertido mesmo. Espero outros finais de semana assim.
Estou amando.

18 de julho de 2010

Soneto para o meu amorzão.

Quem me dera ser como Drummond de Andrade
mas não sou nenhuma poetiza
para fazer versos de amor ou saudade
mas escrever me tranquiliza.

Tudo que eu faço por você é com carinho
por que você sempre será meu amorzão.
E eu adoro ver a sua cara de fofinho
quando te abraço e te encho de beijão.

Eu entendo a razão da sua ausência
e para te esperar eu tenho paciência,
Mas ficar longe de você é uma bosta

Prometo fazer tudo o que você gosta
e te tratar muito bem meu querido
e para sempre seremos mulher e marido.

Tosquinho, não?

16 de julho de 2010

Era uma vez a minha bicicleta.

Me lembro como se fosse ontem o dia em que o Papai Noel veio até minha casa e entregou uma caixa enorme destinada a minha pessoa. Era uma bicicleta novinha. Eu tinha 8 anos.
Me lembro também do quanto fiquei feliz e de como a minha bicicletona - sim, aro 26!- era linda. Cuidei muito dela e não deixava mais ninguém andar. Gostava muito da garupa e da cestinha. Carregava o meu irmão na garupa e na cestinha, as frutas que a gente ia buscar nas chácaras próximas à nossa casa. A vida era só diversão. Corríamos -eu e a bicicleta- muito pra cima e pra baixo o tempo todo, pulávamos rampas feitas com tábua e tijolo, era uma festa!
O tempo foi passando, eu fui ficando adulta e passei a pensar na bicicleta não como instrumento de diversão, agora seria meio de locomoção. E a bicicleta, coitada, estava ficando velha e precisava de manutenção, pois não é fácil ser companheira de uma menina-moleca por mais de dez anos. A essa altura de sua vida, a pobre Ceci já não tinha mais freios, cestinha ou garupa. Estava tudo estratégicamente escondido, para que, um dia, ela fosse pra manutenção e as pecinhas pros devidos lugares.
E o dia da manutenção chegou. E a bicicleta foi pra lá e nunca mais voltou. O homem mau da bicicletaria tomou Doril e nunca mais apareceu com a minha bicicleta. Simplesmente desapareceu com TODAS as magrelas que lá estavam. Quase tive um treco, de tanta raiva, e me vi obrigada a comprar uma nova.
E não é que ontem eu a vi novamente? Estava com um candango feio e magro. Tive vontade de bater no cara e pegar de volta a bicicleta que já não me pertence mais.

13 de julho de 2010

Quem casa quer casa, cachorro...

Acho que uma das primeiras atitudes de casal recém casado é adotar um mascote. Lá em casa não foi diferente, temos uma mascote, mas o que marca é a forma como foi concebida tal adoção.
Marids queria um filhote. Um pug. Ou um gato. Ele sempre gostou de bichos e tem uma paciência enorme. Eu não gosto de gatos, por serem bichos, sei lá, desapegados que não interagem com o dono, soltam pelos e fazem aquele barulhinho de bicho engasgado... Aff... De cachorro eu gosto mais, porém acho que seria muita crueldade deixar o bichinho praticamente sozinho o tempo todo e fora os custos, então, de início optamos por não termos nenhum animal.
Depois que meus pais foram "viver" lá em casa, um belo dia, meu pai aparece com uma cachorrinha fofa, com uma cara de tadinha, que fiquei com pena e deixei ela ficar. Foi resgatada da rua, então agora ela teria um lar. E começamos a gastança: comprar coleira, guia, shampoo, ração...
E começou o exercício de paciência: Dar banho, levar pra rua, limpar as sujeirinhas...
Ainda bem que é uma cachorra quietinha, quase não late e não morde chinelos. E ela é assanhada também, adora fazer festinha pra quem chega. E dengosa, adora colinho e dormir no sofá.
Como todo cachorro, adora ficar do lado da mesa na hora das refeições, esperando pra ver se sobra alguma migalha pra ela, deita de barriga pra cima pra chamar atenção e às vezes faz greve de fome.
Gosta de passear como se não houvesse amanhã e detesta elástico na cabeleira.
Cachorro é bicho esperto. E ela veio numa boa hora e virou dama de companhia pra minha mãe, que nesses dias de recuperação tem ficado sozinha em casa.
E depois, quando nossa vida voltar ao normal, não sei se ela irá embora ou se ficará, mas com certeza, passamos uma fase divertida.

12 de julho de 2010

Meu marido é foda!

Não tem pra ninguém: lá em casa, o mais foda (em todos os sentidos) é o meu marido.
Sábado, ele me disse que iria comprar Coca e o que ele me trás? Pepsi!
Chamei ele pra passear domingo e ele queria assistir a final da Copa. Tá, beleza. Falei que a gente poderia ir ao shopping e assistir o jogo num quiosque onde vende chopp e petiscos. Ele não quis.
Me recolhi a minha insignificância e cochilei por um tempo e ele me aparece com chocolate e Coca-Cola!
Só saí em duas ocasiões nesse fim de semana: pra buscar as pizzas e pro ensaio do grupo. Nada de shopping, nem comércio popular, nada de gastança e muito menos liquidação. Acho que marids está conseguindo colocar freios nessa minha life mulherzinha.

9 de julho de 2010

Vem ni miiiim fim de semana!!!

Hoje eu já trabalhei prá caralho. Estou cansada e contando os minutinhos pra voltar pra minha casa.
Quero um banho morninho e demorado e depois bastante perfume. Vou ficar gata e vou sair.
Vou ao ensaio do meu grupo e depois vou tirar o pó da minha asa. Quero ver o movimento e espantar o sono.
Estou com saudade, muita saudade do meu marido. Nós vivemos juntos mas cada um tem sua rotina. Estamos como namorados, combinando horário pra se encontrar, inventando programinhas para se ver... É muito ruim ficar longe do meu amorzão, mas é ótimo quando a gente se encontra. Continuo amando. E amo a cada dia mais.

Amanhã, sabadão, quero andar também. Fazer a rycka e me jogar nas liquidações. E vou encarregar meu irmão de buscar nossas pizzas, já que ele agora é um rapaz habilitado e vai morcegar amanhã.

Domingão, sei lá. Ainda sem planos. Mas se páh vou lavar roupas e fazer as unhas antes de ir pro ensaio e depois quero ir pra praça namorar - com o meu marido, que fique claro!

7 de julho de 2010

Minhas amigas.

Ontem foi aniversário de uma amiga que eu gosto muito, mas há muito tempo não a vejo: a Vera.
E hoje é aniversário de outra amiga do meu coração: a Luíza. Por que amizade tem que ser assim, mesmo longe a gente está perto, nem que seja no pensamento.
Consegui falar com a Vera, com a Lu ainda não. Essas duas, em especial são dos tempos do colégio. Da época em que jogar futebol com os meninos eram coisas comuns na minha vida.
Eu conseguia correr meia hora sem cansar. Oh!
Temos história pra contar de coisas boas que fizemos e da diversão que vivemos. E é por isso que hoje eu quero deixar aqui registrado, não só para essas duas, mas para todas as minhas amigas que a amizade é algo fundamental em nossas vidas. Ter amigos é bom. Nos faz aprender com as diferenças, crescer culturalmente e desenvolver nosso lado sociavel.
Então, amigas, sintam-se abraçadas. Ever.

Tamanho é documento?


Tenho visto por aí muita gente preocupada com altura do noivo, do salto, preocupações de como vai ficar a estética na foto, fora a questão do peso. O tal do "caber no vestido".
Já parou pra pensar que você era exatamente assim quando o teu noivo te conheceu e nem por isso ele deixou de gostar de você? E que se você não fizesse o tipo dele, talvez nem estariam se casando?
Tudo bem que tentar perder quilos pra ficar gostosa no vestido faz uma certa diferença e a preocupação com o visual tem que fazer parte da nossa vida, mas a final, pra quê ter essa preocupação justamente quando o casamento está chegando e já temos n+1 coisas pra pensar?


Conhecimento de causa: Lá vou eu falar do meu casamento de novo. Não tem jeito. É que achei tão legal casar que nunca quero me esquecer.
Bem, voltando ao tema, eu tenho 3cm a mais que meu noivo. Sempre andei do lado dele de saltão e nunca me senti incomodada por isso. E no dia do casório não foi diferente. Subi nas tamancas, usei o sapato que tive vontade e casamos lindos, maravilhosos e glamourosos (cóf cóf cóf).
E ele, sempre gordinho, coube no terno sem ficar parecendo pinguim.
Acho que o segredo é tocar o foda-se e ser feliz.



6 de julho de 2010

Um pouco de mim.

This IS Me. (I'm not Michael Jackson! hahaha).
Questionário bacanérrimo que já recebi por e-mail, mas este peguei como meme no blog da
Deise:
Nome: Fabiane
Quantidade de velas no teu último aniversário? 25
Tatuagens? Nenhuma até o momento. Ainda não criei coragem.
Piercings? Também não tenho.
Já foi à África? Não. O lugar mais longe que eu já fui é Cambuí - Mg.
Já ficou bêbado? Recentemente? Sim.
Já chorou por alguém? Já. Por alguém em com alguém.
Já esteve envolvido em algum acidente de carro? Indiretamente.
Peixe ou carne? Carne.
Música preferida? Trac-Trac - Os Paralamas do Sucesso.
Cerveja ou Champanhe? Normalmente, cerveja.
Filme preferido? Um Sonho de Liberdade.
Flores: Amo as minhas violetas. Gosto também de lírios, rosas, gérberas...
Coca-Cola simples ou com gelo? Simples e bem gelada.
Quem dos teus amigos vive mais longe? Acho que o Fabrízio, que recentemente mudou para Cáceres. Tenho também amigos virtuais e desses acho que a Ursula mora mais longe.
Quem você acha que vai responder (a esse e-mail) mais rápido? Não passei por e-mail dessa vez.
Quantas vezes você deixa tocar o telefone antes de atender? Uma vez se possível. Telefone tocando me enche o saco.
Qual a figura do seu mouse-pad? Calendário 2010 de uma empresa de informática.
Pior sentimento do mundo? Raiva.
Melhor sentimento do mundo? Felicidade.
Ultima coisa que faz antes de dormir? Fecho os olhos.
Qual o primeiro pensamento ao acordar? Bom dia, né!
Qual o último pensamento antes de dormir? Falta muito pro fim de semana?
Se pudesse ser outra pessoa, quem seria? Nunca parei pra pensar nisso.
O que você nunca tira? A aliança da mão e o esmalte do pé. Não fico sem.
O que você tem debaixo da cama? Poeira e ácaros.
Qual a pessoa que talvez não te responda? Não tenho idéia. Aliás, vou ficar feliz se alguém responder também.
Aquele que com certeza vai te responder? Não sei.
Quem gostaria que te respondesse? Todas as minhas amigas e leitoras do blog.
Qual livro você está lendo? Casais Inteligentes Enriquecem Juntos. Leitura homeopática.
Uma saudade? Do tempinho bom que não volta.
Uma característica tua: Falo muito palavrão, porra!
Decepções que tive em minha vida: Perdi o processo pra carteira de habilitação por pura falta de... sei lá... Só sei que até hoje tenho isso como uma derrota.
Lugares em que morei: Só morei em Londrina - Pr até agora.
Programa de criança: Assistia He-Man e ia pra rua brincar. A noite assistia Jornal Nacional e ia dormir.
Programas que assisto hoje: Bones (seriado); Tabu - América Latina (documentário); Auto Esporte.
Lugares que estive e voltaria: Curitiba, Campinas e Cambuí.
Formas diferentes que me chamam: Fá, Faby.
Pessoas que me mandam correios quase todos os dias: SERASA. hahahhahahaha. Correio é difícil chegar. Normalmente recebo e-mails das minhas amigas. Luana, Andressa, Lilian.
Comidas Favoritas: O que tiver eu como, exceto: Mocotó, Buchada e/ou qualquer outro preparado que eu não possa identificar cheiro/textura/cor de alimentos que fazem bem.
Lugar em que desejaria estar agora: Lá em casa, dormindo de conchinha com o meu princeso, depois de almoçar uma comida bem gostosa.
Espero que este ano eu possa: Realizar meus pequenos projetos que estão há 6 meses parados.
Mande um recado
pra quem te enviou: GOOOOSTOOOSAAAA!!! (levanta as mãos e faz coraçãozinho).

É isso, pessoas. Se alguém copiar e responder, me mande um recado que eu quero ver também!

5 de julho de 2010

Não estou com paciência!

Segunda-feira, 05 de julho de 2010.

Hoje não estou num dos meus melhores dias. Amanheceu e eu queria ter continuado a dormir. Não estou muito a fim de papo, muito menos conversa fiada. Dormi mal, minhas costas doem. O sistema da prefeitura demorou a funcionar e isso me tirou do sério e me deixou com uma azia filha da mãe. Vontade de sentar e chorar.
Vou ficar muito feliz se eu puder/conseguir passar o dia recolhida em minha insignificância.
Não sei como vai ser o dia ainda, mas a minha cara de azeda é notável de longe.

Ontem foi um dia legal até. Dormi até tarde, bem tarde por sinal. Tomei café da manhã na hora do almoço e saí pra passear depois de ter assistido um filme.
Encontrei no shopping um sapato que eu queria e estava pela metade do preço. Broxei porque não tinha o meu número. Cara! Como é difícil calçar 36.
Depois comi uma pizza com coca e fiquei com um bafo de cebola que não saía por nada no mundo. Adoro cebola, mas as consequencias dela me envergonham. Comprei um DVD que fazia um tempo que estava procurando e só encontrava na internet: Paralamas + Titãs Juntos e ao vivo. Legal pra KCT!
Teve ensaio do coral e foi bacana também. Adoro cantarolar com essa minha voz de taquara rachada. Uma pena o pessoal lá em casa não gostar muito.

Sábado foi dia de faxina e depois morcegagem. Eu não tinha dinheiros pra sair e fiquei mofando em casa. Detesto isso. Sábado foi feito pra curtir.
Não tenho perspectivas de como serão os dias daqui pra frente e nem tenho nada agendado. Deixo a vida me levar.

2 de julho de 2010

E o Brasil saiu da Copa...

Eu estou triste. Poxa, torci tanto pela vitória, mas como nem tudo sai como a gente quer, o Brasil está fora. Acho que foi culpa do Mick Jagger, aquele pé frio. O que ele tinha de ir lá, né?
Agora não sei, queria ver o Uruguai ganhar... Mas pensando bem, só de raiva vou torcer pela Alemanha. Pra eles empatarem com a Itália no tetra, por ser também descendente de alemães e por, sei lá, simpatizar com a equipe.


VAAAAAI PODOLSKI !!!!

29 de junho de 2010

A cerimônia.

Até hoje, nossa cerimônia ainda causa repercussão. Muita gente nos pergunta o que exatamente significa.
Bem, pesquisando na internet - salve Google - descobri que essa cerimônia das areias teve início no Havaí e que não tem nenhum fundo religioso, e que os pais e padrinhos poderiam participar.
Pra gente foi perfeito. Não fizemos nada que envolvesse religião e envolvemos nossos pais e padrinhos. Todos elogiaram a nossa iniciativa e coragem para falar em público, que cá entre nós, todos os convidados eram amigos e familiares.
Primeiro lemos uma mensagem que redigimos juntos. Lemos sim, por que decorar seria impossível. E depois, um a um, os casais de padrinhos se aproximaram para participar, e depois nossa família e depois nós.


Detalhe: Olha a minha unha vermelha que baphonica!

25 de junho de 2010

Bizarrices dessa Copa.

Estou acompanhando de longe essa Copa. Os jogos estão rolando em horário inoportuno e está difícil assistir. Vejo os resultados e os melhores momentos.
No começo eu não estava nem aí pros jogos e nem nada mas agora, estou achando legal!
Notei que coisas bizarras aconteceram:
- A Espanha começou perdendo e a Alemanha perdeu no segundo jogo, depois de ter dado um espetáculo na estréia;
- Itália e França estão fora;
- O Brasil foi o único time que levou um gol da Coréia do Norte.
Não quero nem ver como vai ser daqui pra frente... Que vença o melhor.

Fonte: Site da Veja.

Estou na expectativa pelo fim da Copa e o retorno dos jogos do Brasileirão e pra ver a final da Libertadores e da Copa do Brasil.
Copa do Mundo tira o foco de muita coisa...
Futebol é uma caixinha de surpresas.

24 de junho de 2010

Papo de casamento.

A minha desafeta arrumou um namoradinho. Faz um mês. Ela sempre vem e fala alguma coisa a respeito dele e me pergunta alguma coisa sobre marido, pra tentar comparar, né. Aí no dia dos namorados, ela não tinha a menor noção do que dar e me perguntou. Falei que tinha a intenção de comprar a camisa de time pro meu love e ela foi no embalo.
Outro dia, ela pediu para ver as fotos do meu casório e eu mostrei. Então, ela falou que vai casar com o tal namoradinho. Tipo, deve ser desespero, né!? Porque ela é dessas que desde mil novecentos e antigamente falava que queria casar, ter filhos e blábláblá, mas namorado que é bom nada... Enfim.
Essa semana ela veio inspirada. Chegou falando que marcou a data do desencalhe pra novembro. Cumprimentei educadamente e desejei felicidades.
Aí ela vem e fala que quer fazer IGUAL ao meu e ao que não me surpreendeu ao perguntar sobre tooooodos os mínimos detalhes como fornecedores, preços, prazos, qualidade e serviços. Passou.
Eis que no outro dia ela veio de novo perguntando sobre chá de cozinha, coisas que é bom já ir comprando e coisas que a gente pode ganhar. Passou.
E então, no outro dia, ela veio querendo saber como é a nossa vida, nossa intimidade, como gastamos nosso dinheiro, quem paga o que, o que será de nossa vida daqui 50 anos e coisas do gênero. Gente, sério... Nem tudo eu respondi já que não tenho muita paciência pra responder educadamente 50 perguntas invasivas por dia. Mas jurei, de pé junto, que se ela precisar eu ajudo a organizar tudo, aí ela sossegou. E fim.
Honestamente, eu não tenho nada contra responder perguntas, ajudar no planejamento e cor de decoração, mas sabe, casamento não é só o obaoba da festa, tem toda uma convivencia depois e isso é pessoal. Cada um vai ter a sua vida. E o problema não está na pergunta em si, está em quem pergunta.
Não acho que minha convivência seja modelo a seguir, mas o método deve ser analisado, pois a harmonia dentro de casa depende de os dois lados cederem.


E assim a vida segue. Se alguém quiser diquinha, tô aqui!

21 de junho de 2010

Nosso álbum de casamento...


...Já está quase pronto.
Sábado estivemos lá para ver as fotos impressas, prestes a serem encadernadas. Lindas, perfeitas.
Não é por que são minhas não, mas eu adorei o trabalho.
Do meu casamento, o único resquício ainda pendente são as fotos. As fotos e a lua-de-mel que ainda não fizemos. E nem temos a previsão de fazer, mas já estou contando que nossa próxima viagem será em breve.
E no mais, a vida segue seu curso.
O pessoal lá em casa já está bem recuperado, só falta fazer a fisioterapia. Daqui há alguns dias eles devem voltar ao trabalho.
As coisas no trabalho caminham devagar. Sexta eu não vim devido participação em um curso de capacitação e hoje parece que passou um tornado na minha mesa. Muita bagunça, muito trabalho... Ninguém merece.

17 de junho de 2010

Mais uma vez a bola está rolando!

Copa do Mundo é igual Horário de Verão: Quando a gente começa a se acostumar, acaba.
Poderia também comparar com a política brasileira: Acontece de 4 em 4 anos e está cheia de nepotes.
Mas né, prefiro o lado divertido da Copa: Assistir (quase todos) os jogos, gritar feito uma louca, xingar até ficar rouca se o Brasil não ganhar, juntar os amigos para ver os jogos, sair mais cedo do trabalho (isso não tem preço)...
Estou acompanhando e preenchendo a tabela conforme os jogos vão se encerrando. Às vezes, dou meus palpites, mas nada de apostas, pois nem sempre acerto. Não estou participando de nenhum bolão e à todos os que participam, boa sorte.
Domingo tem jogo da Seleção e vou à casa de uma amiga e, se pá, a gente vai badernar por aí!
It's a life!

Só sei que já sinto falta do Brasileirão. De assistir aos jogos, de zoar e ser zoada por derrotas, vitórias e empates, mas logo a vida volta ao normal e todos os times nacionais vão estar depenados.
Aguaaaaaarrrrdemmmm!